17 maio 2008

O ATO FINAL

"Vede que ninguém vos engane. Porque virão muitos em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos. E, certamente, ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; vede, não vos assusteis, porque é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, reino contra reino, e haverá fomes e terremotos em vários lugares; porém tudo isto é o princípio das dores. Então, sereis atribulados, e vos matarão. Sereis odiados de todas as nações, por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos hão de se escandalizar, trair e odiar uns aos outros; levantar-se-ão muitos falsos profetas e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor se esfriará de quase todos. Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo. E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim."
(Mateus 24:4-14)

Estive durante esta semana que se passou meditando sobre esta passagem acima. Um dos motivos, é que tivemos no seminário uma “discussão” sobre Escatologia e suas várias visões e interpretações. Não quero e nem vou me ater a este assunto, sobre o que vai acontecer com o mundo no final dos tempos, mas em como a igreja têm lhe dado com este assunto e se portado diante das necessidades de um mundo que jaz em trevas e necessita desesperadamente de Jesus. Esse foi o outro motivo e o mais importante.

Revendo no Youtube alguns vídeos (segue em anexo ao final deste artigo), eu me senti despertado a escrever este artigo. Amo demais o João Alexandre e a banda Fruto Sagrado. Por quê? Porque para mim são pessoas que têm sido levantadas por Deus como profetas em nossa nação. E aqui, não falo dos “profetas” que só são portadores de mensagens terapêuticas e de prosperidade, mas falo do profeta que se levanta em seu tempo com o intuito de admoestar, exortar e consolar, que confronta o pecado e chama ao arrependimento.

Na minha época de Banda Levitas, compus uma música que para mim expressa tudo que eu tenho a dizer hoje, e quero. É simples, não chega aos pés das composições como as de João Alexandre ou Fruto Sagrado, mas foram palavras colocadas por Deus em meu coração, surgido através de um descontentamento com coisas que tenho visto na igreja e que eu tenho lido a respeito dela, expressando aqui toda a minha insatisfação com o fato de nós, igreja, vivermos de uma maneira tão passiva em nossa geração, em como temos visto a história passar simplesmente, ao invés de transformá-la, assim como fomos transformados pelo Espírito Santo.


ATO FINAL (SAMUEL RIBEIRO)

Em meio a todo esse caos, dor e sofrimento
vemos profecias bíblicas em pleno cumprimento.
Guerras, união das moedas, doenças, fome e pestes,
seria um grande absurdo se ninguém dissesse!
Que o mundo caminha pro seu Ato Final,
julgamento aguardado separação do bem e do mal,
e o que será que nós estamos fazendo,
pra mudar o quadro nesse exato momento?
Deus nos escolheu, nos deu o chamado
e só por nós seu evangelho será pregado.
Precisamos viver, falar do seu amor
execermos o IDE seja onde for.
E não perdemos tempo com discussões vazias
que não levam a nada, só destroem vidas.
Discutir sobre roupas, doutrinas, dons e batizado?
E falar do seu evangelho sempre fica de lado!
Nós somos as criações de Deus, as suas primícias,
mas entre nós não existe amor, só hipocrisia.
Esquecemos de amar ao próximo, dar-lhe a mão,
o mundo transformou em pedra o nosso coração!
Quem está sendo influenciado, nós ou o mundo?
Era pra sermos os guias, mostrarmos o verdadeiro rumo.
Mas ao invés disso, esquecemos a nossa missão:
Que é de pregar o evangelho a toda e qualquer nação!

O mundo caminha para o seu fim
Deus quer falar com você através de mim
Breve o Ato Final irá começar
o mundo e o que conhecemos irá acabar
Quanto sangue inocente de você será cobrado
Por você não tomar parte, por não ter falado
Esqueça seu irmão, siga a sua vida,
Não são homens que você segue, mas é a Deus que você imita.


João Alexandre: É Proibido Pensar
João Alexandre: Tudo é Vaidade
Fruto Sagrado: Sangue de Abel
Fruto Sagrado: O Que na Verdade Somos
Fruto Sagrado: O Novo Mandamento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e , sim, unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e assim transmita graça aos que ouvem."(Efésios 4:29)